Conheça os riscos da Varicocele nos homens

Aprenda a reconhecer, prevenir e também tratar a Varicocele.

Postado em 16/10/2017.

Temos a varicocele como uma dilatação de veias que drenam o sangue dos testículos. Este processo ocorre devido a insuficiência de veias de drenagem para os vasos, o que leva ao represamento de sangue e o aumento do volume das veias, formando assim varizes. Apesar de muitas pessoas não terem nem mesmo ouvido falar da doença, ela é a maior geradora de infertilidade nos homens, já que está associada de forma direta na alteração de produção e qualidade de espermatozoides.

Conheça os riscos da Varicocele nos homens

A doença de varicocele é frequente?

Saiba que no mundo todo, ela ocorre em pelo menos 15% dos homens. Além disto, em casais que possuem problemas para engravidar, ela poderá estar presente em até 35% dos homens. Nos adolescentes a frequência é semelhante a dos adultos, e normalmente seu aparecimento ocorre entre os 14 e 15 anos de idade. Apesar do sintoma principal ser a infertilidade masculina, a varicocele poderá levar a dores e a diminuição do tamanho dos testículos em situações mais raras.

A varicocele é encontrada de forma predominante no testículo esquerdo, entre 75 a 95% das vezes, alguns casos em ambos, mas raramente no direito.

Porque quando ocorre a varicocele temos a infertilidade do homem?

Na presença da varicocele, ocorre o aumento da temperatura nos testículos, o que prejudica seu processo de funcionamento. O sangue represado acaba aumentando a produção de algumas substâncias tóxicas, entre elas os radicais livres de oxigênio. Desta forma é possível que ocorra a diminuição de produção e funcionamento dos espermatozoides, o que gera a infertilidade.

Como identificar se possuo varicocele?

A varicocele não possui sintomas na maioria das vezes. Este tipo de situação é bastante perigoso, pois poderá prejudicar o funcionamento correto dos testículos, sem que o homem possua sintomas. Para isto é fundamental que se consulte de forma periódica um urologista para se certificar da ausência das doenças.

O diagnóstico ocorre a partir de um exame físico, este que é realizado de forma preferencial por um urologista. O exame é feito com o paciente em pé, em uma sala tranquila, e não muito fria, para que exista o relaxamento da musculatura escrotal.

Caso o profissional suspeite da presença de varicocele, ele poderá confirmar com a realização de exame de ultrassonografia dos testículos, o que deverá ser feito em pé e deitado.

Quando preciso tratar a varicocele?

Em um processo de investigação de um homem portador de varicocele, é fundamental que sejam feitos no mínimo dois exames de espermograma, para que ocorra uma avaliação de quantidades e qualidades de espermatozoides que são produzidos. Além disto é comum que se encontrem alterações neste exame nos homens com a doença, e ainda de forma mais frequente nos que estão tendo dificuldades para ter filhos.

Estes são homens que precisam ser tratados, já que os efeitos de varicoceles são progressivos, e inspiram cuidados. Todos que tiverem varicocele e tiverem dificuldades para terem filhos, e apresentam alterações no exame deverão ser tratados.

Como é feito o tratamento de varicocele?

São três as alternativas para tratar o problema, uma delas é o tratamento cirúrgico que é feito de forma prioritária. O tratamento é realizado na região da virilha do homem, com auxílio de um microscópio, pois as veias dilatadas são muito finas para que sejam vistas a olho nu. A cirurgia demora em torno de 45 minutos de cada lado, e o paciente tem alta no mesmo dia.

Devido ao inchaço, está indicada a utilização de um apoio para a bolsa escrotal durante alguns dias, e o paciente precisa evitar esforços físicos de duas a quatro semanas, após dez dias são permitidas relações sexuais.

Além disto poderá ser indicada a cirurgia laparoscópica, mas que é muito menos utilizada, algo semelhante ao cateterismo, para isto não é necessário a anestesia geral, e o procedimento dura em média uma hora, mas é pouco utilizada no nosso meio, com resultados inferior ao tratamento cirúrgico.