Saiba mais sobre a Carboxiterapia Capilar

Esta técnica consiste em aplicar gás carbônico no couro cabeludo e é indicada para algumas situações de calvície.

Postado em 23/02/2018.

A Carboxiterapia capilar nada mais é do que uma técnica que se utiliza da aplicação de forma injetável de gás carbônico medicinal no couro cabeludo, isto com o intuito de aumentar a irrigação do sangue na raiz dos cabelos e estimular inclusive os folículos capilares.

Saiba mais sobre a Carboxiterapia Capilar

Melhores indicações para a carboxiterapia capilar

A técnica é bastante indicada nos casos de queda de cabelos, em especial o chamado eflúvio telógeno, onde os fios de cabelos, em sua fase final da vida acabam caindo em grandes quantidades. É indicado também para alguns tipos de calvície como por exemplo a alopecia androgenética, aquela que é causada por herança genética e é famosa entre os homens.

Como é feita a carboxiterapia capilar?

Nesta técnica, o gás carbônico é injetado de forma direta na derme, a segunda camada da pele, através de uma agulha de insulina, esta que deverá ser extremamente fina, e conectada a um cateter que está ligado a um cilindro que possui o gás. A partir disto, são feitos diversos furos ao longo do couro cabeludo, depois da assepsia realizada de forma adequada.

Como ocorre normalmente, o couro cabeludo é uma região bastante sensível, e o tratamento poderá ser realizado através de anestesia tópica, isto em forma de cremes.

Sessões de carboxiterapia devem ser realizadas em grande quantidade

A carboxiterapia capilar geralmente é realizada entre 10 a 20 sessões, nestas sessões é possível perceber um intervalo semanal ou mesmo quinzenal. As sessões poderão durar em torno de 20 a 40 minutos, e de forma geral poderá ser necessário seguir com a manutenção dos fios, mas tudo deverá depender do problema inicial do paciente, bem como cuidados em casa recomendados e a resposta do couro cabeludo aos tratamentos.

Que profissionais estão aptos a fazer carboxiterapia capilar?

Este tipo de tratamento deverá ser executado sempre através de médicos, normalmente os dermatologistas e cirurgiões plásticos é quem devem realizar este tipo de técnica nos seus pacientes.

Os cuidados antes e após a carboxiterapia capilar

De forma geral, não há a necessidade de alguns cuidados antes da carboxiterapia capilar, somente é indicado que se possa lavar os cabelos no dia de seu procedimento, após a carboxiterapia capilar ser realizada, é interessante que os pacientes mantenham uma ótima higiene no couro cabeludo e procurem seguir sempre a orientação dos médicos.

Para quem é contraindicada a carboxiterapia capilar?

Há contraindicações na carboxiterapia capilar para situações onde há lesão cutânea na área que será tratada, para pacientes em tratamento de câncer e de aids, ou ainda portadores de doenças que sejam relacionadas ao coração e ao pulmão.

As grávidas também não devem se utilizar desta prática pois a técnica poderá interferir no metabolismo da mesma gerando má formação no feto ou abortos.

Na dúvida, antes de realizar esta técnica, é fundamental buscar ajuda de um profissional que seja habilitado no assunto para que possa lhe dar o melhor suporte com relação a técnica mais indicada para sua situação.