Conheça sete tipos de ácido para sua pele

O ácido retinoico por exemplo, trata acne e fotoenvelhecimento e ácido azelaico poderá ser utilizado por gestantes.

Postado em 06/03/2018.

Os ácidos eram antigamente uma exclusividade dos cremes e loções manipulados a pedido de médicos. Atualmente, porém, eles se popularizaram e fazem parte da composição de diversos cosméticos. O maior motivo para se ampliar a busca por estas substâncias envolvem a eficiência em um grande leque de ações, com isto existem ácidos ótimos para clarear as manchas, outros são excelentes para que se possa amenizar as cicatrizes, alguns ainda poderão combater a acne, diminuem as rugas e até mesmo as estrias. A única semelhança entre eles é o pH que é inferior a sete, o que caracteriza substâncias ácidas, e a irritação que geram na pele.

Conheça sete tipos de ácido para sua pele

A utilização dos cremes ou dos peelings deverão sempre ser feitos com uma recomendação de médicos, mesmo nos cosméticos. O maior motivo é que de forma geral por sensibilizar a pele para conquistar o efeito, os ácidos acabam pedindo por cuidados mais do que especiais. Os mais importantes são evitar a exposição do sol, utilizar sempre protetor solar com FPS 30 ou ainda maior e investir nos produtos que possam hidratar e acalmar a pele. Em seguida você poderá conferir uma listagem com alguns ácidos para utilizar a pele. Descubra em seguida qual deles se encaixam as necessidades de sua pele.

O ácido salicílico

Este é bastante utilizado pela ação queratolítica, ou seja, conta com a capacidade de romper ligações queratínicas da pele, levando assim a seu afinamento e aliviando as cicatrizes e as suas devidas rugosidades. Levando em conta seu efeito esfoliante, ele é um coadjuvante no tratamento de acne, dermatite seborreica, doença que gera vermelhidão, e a descamação da pele, e o que quando afeta o couro cabeludo é chamada de caspa, além de diversos tipos de doenças que geram um espessamento da pele, como por exemplo a psoríase.

Este componente poderá ser encontrado em dermocosméticos em concentrações de 0,5 a 3% em cosméticos manipulados e prescritos por médicos em diversas concentrações e são utilizados em consultórios para peelings químicos de até 35%.

Como o ácido salicílio afina a pele, ele a torna mais suscetível a danos gerados por radiação ultravioleta. Por este motivo, é recomendado se utilizar protetor solar e evitar uma exposição ao sol, o ácido salicílico ainda promove o ressecamento da pele, e deverá ser evitado nas pessoas com pele seca.

Ácido retinoinco

Este é considerado como padrão ouro no tratamento de acne de grau um, o que se apresentam como cravos inflamados, e do fotoenvelhecimento, com possíveis evidências científicas sólidas da sua eficácia. Por conta de suas propriedades de afinamento da pele e por aumentar a renovação celular, poderá realmente produzir resultados terapêuticos e espetaculares.

Como este componente gera problemas no feto durante a gestação, este é um medicamento exclusivo para o receituário médico, encontrado em produtos em concentrações desde 0,01 a até 0,1%. A partir disto, poderá ser preparado em formulações devidamente manipuladas e receitadas pelo especialista nas mais variadas concentrações, e se utilizando no consultório para peelings químicos com até 5% de concentração.