Diabetes: Alimentos podem se tornar vilões para portadores da doença

Tire suas dúvidas sobre o que pode e o que não pode fazer parte da alimentação dessas pessoas.

Postado em 17/11/2017.

A diabetes é uma doença que segue em expansão no mundo todo, especialmente no Brasil. Apesar do problema estar relacionado as questões genéticas, na maioria dos casos acaba surgindo no organismo daquelas pessoas que não conseguem levar uma vida equilibrada. A obesidade, por exemplo, se tornou uma das causas mais frequentes da diabetes.

Existem diversos medicamentos que podem acabar sendo utilizados pelas pessoas que sofrem desta doença, mas médicos e especialistas concordam que grande parte do tratamento está diretamente relacionado com os alimentos que fazem e que não fazem parte do dia a dia dos pacientes.

Se os cuidados com as refeições são importantes para todos, para os diabéticos acaba se tornando um caso de vida ou morte, e que acaba afetando diretamente a qualidade de vida de todos. E para entender melhor os grandes vilões da alimentação dos diabéticos, é preciso entender duas coisas: o que é a diabete s e como funciona a absorção de determinados nutrientes pelo nosso organismo.

Diabetes: Alimentos podem se tornar vilões para portadores da doença

O que é diabetes?

Resumidamente a diabetes é uma doença que não tem cura e que acaba surgindo quando o organismo acaba tendo sua capacidade de absorção e aproveitamento do açúcar reduzida. O açúcar é uma das principais fontes de energia para o corpo, por isso é fundamental para a manutenção da vida. Mas quando esse açúcar se acumula no corpo, acaba trazendo uma série de problemas, sendo basicamente o que acontece quando as pessoas possuem diabetes.

Alimentos

Quando os diabéticos estão escolhendo os alimentos que serão ingeridos, é preciso observar basicamente o índice glicêmico e também a velocidade que a glicose entra no organismo. Existem alguns outros elementos também que acabam sendo fundamentais, tais como se o carboidrato é simples ou complexo, e a carga glicêmica, quantidade de glicose que irá entrar no organismo.

Portanto, os alimentos que se tornam mais prejudiciais para as pessoas que sofrem de diabetes acaba sendo aquele que conta com índices glicêmicos mais altos. Isso acontece basicamente porque assim que o alimento entra no organismo ele eleva rapidamente os níveis glicêmicos.

Alguns alimentos que contam somente com o índice glicêmico ou com a carga glicêmica alta não são tão perigosos, mas também precisam de atenção. Por isso, é importante que os diabéticos, tanto o tipo 1 quanto o tipo 2, mantenham um controle rígido da alimentação.

Portanto, os controles dos alimentos que são ingeridos acabam dependendo basicamente do tipo de diabetes que a pessoa tem: 1 ou 2. No caso das pessoas que possuem diabetes tipo 1 e se utilizam de insulina, para cada 20 gramas de carboidrato é preciso utilizar uma unidade de insulina, o que acaba sendo mais fácil na hora de ter o controle.

Agora, quando as pessoas possuem diabetes tipo 2 e não se utilizam de insulina acaba sendo um pouco mais complicado o controle. Para essas pessoas, confira alguns dos alimentos mais perigosos:

  • Açúcar refinado e outros adoçantes: Este alimento conta tanto com carga glicêmica quanto índice glicêmico elevados, portanto devem ser consumidos com muita moderação.
  • Farinha branca: Pães e massas acabam tendo um alto índice glicêmico, e, portanto acabam também se tornando vilões para os diabéticos. Portanto, não são apenas os doces que devem preocupar os pacientes da doença.
  • Sucos: Não são apenas os refrigerantes que acabam causando problemas para os diabéticos. Os sucos também podem ter grande quantidade de açúcar. O mais recomendado é sempre dar preferência para a fruta, que conta com mais fibras.
  • Oleaginosas: alimentos como o amendoim também podem se tornar perigosas, especialmente pela sua grande quantidade de gorduras monoinsaturadas.