Benefícios e dicas de preparo da carne de porco

Mesmo que contem com a sua má fama, a carne de porco não faz mal para a saúde, pelo contrário, apesar disto, é necessário alguns cuidados com seu armazenamento e preparo.

Postado em 16/11/2017.

Temos a carne de porco como uma grande fonte de proteína, se tornando assim uma personagem indispensável em um cardápio delicioso e bem montado. Os cortes de porco possuem a fama de gordos, mas as propriedades nutricionais de alguns deles poderão mostrar o contrário, tudo porque a carne de porco consumida atualmente é mais saudável do que a que é consumida há pelo menos 20 anos, devido a melhora da criação destes animais, como por exemplo uma alimentação mais adequada.

Se você é uma pessoa que gosta de carne suína, saiba que não é necessário abrir mão da mesma para montar o cardápio desta dieta. Com isto, alguns cortes de carne de porco são ainda um pouco mais calóricos e gordurosos do que os cortes mais magros de frango e de carne bovina, mas mais magros comparados aos cortes de frango com pele, e carne bovina com gordura.

A carne de porco nos últimos anos diminuiu em 31% seus níveis de gordura, além de 14% de calorias e 10% do seu colesterol.

Benefícios e dicas de preparo da carne de porco

Comparação dos cortes de carnes de porco

Podemos dizer que os cortes de carne suína considerados mais calóricos e gordurosos são os cortes de costela, rabo, joelho, e orelha. Deverão ainda ser evitados derivados de carne de porco, estes que são misturas de gordura com a carne de porco.

É fundamental que se tenha atenção com relação ao corte de carne, já que os pedaços como por exemplo o bacon e a costelinha são ricos em gorduras, por este motivo não são aconselháveis em uma dieta de emagrecimento ou mesmo de manutenção deste peso.

Os benefícios de consumir carne de porco

Os cortes de carne de porco são grandes fontes de proteínas e de vitaminas, estas que ativam o metabolismo e contribuem para o melhor funcionamento do intestino e do organismo como um todo.

A carne de porco é uma das principais e mais relevantes fontes de vitamina B1, esta que participa do metabolismo energético, além de melhorar o apetite e o funcionamento do sistema nervoso.

Muitos estudos apontam que a carne de porco conta com um maior conteúdo de aminoácidos essenciais, os que nosso corpo não produz, como a leucina, a lisina, e a valina. Os aminoácidos poderão auxiliar o organismo na manutenção do sistema imunológico.Além disto, a carne de porco é rica em zinco, este que é um oligoelemento bastante carente na população em geral, apontada como idosos e crianças.

Como preparar a carne de porco?

Não importa em nada o tipo de carne, todas as carnes deverão ser feitas de forma preferencial cozidas, assadas ou mesmo grelhadas. A carne que precisa de melhor cozimento porém é a de porco, por isso conta com um preparo um pouco mais complicado.

A carne de porco não faz mal para a saúde, desde que esteja bem cozida, seu cozimento adequado evita a transmissão de cisticercose, o que é uma doença que poderá atingir o sistema nervoso, e gerar convulsões além de problemas mentais. Outro fator bastante importante no modo de preparo é que a carne suína nunca deverá ser consumida mal passada devido ao grande risco de contaminação.

Sobre a maciez da carne de porco

A maciez da carne de porco varia não apenas entre os cortes, mas principalmente de animal para animal, mesmo que sejam de uma mesma espécie. Para que você possa deixar os grelhados mais suculentos, é interessante que não se aperte a carne na panela, procure deixar selar de um lado, vire e deixe selar do outro, para que a carne fique macia e não perca seu suco interior.